Português Español English

QUACC

Amizade no Trabalho


Amizade no Trabalho por Nathalia Damasceno e Evelise Oliveira

Todos nós temos aquele amigo para ligar às 2h da manhã depois de sair de um...

Palestra O Mapa da Mina


Na noite de  quarta-feira, 24 de junho de 2015, a neurocientista brasileira Claudia Riecken ministrou uma palestra na Universidade Quantum, “O mapa da mina” se tratou de uma...

VERDADE QUE DESPERTA !


A aeronave arremeteu bruscamente! Meu Deus! Que sensação de impotência! Metabolismo em pane! Silêncio sepulcral, com exceção das poucas explicações por parte do comandante. Janeiro de 2015, aterrissando...

  • A proposta da Universidade Quantum renova um conceito importante: o de educação contínua, que se dá no processo de formação constante, de aprender em serviço, juntando teoria e prática, refletindo sobre a própria experiência, ampliando-a com novas informações e relações.

    Seu fio condutor é o ser humano e seu comportamento, corpo, mente e espírito, em todas as áreas de atuação da experiência humana. Trata-se de um canal de comunicação e desenvolvimento comprometido com o conhecimento desnudo, real, avassalador das verdades e experiências humanas, quase sempre oculto em mecânicas viciadas e padrões rígidos - aqui, constantemente superados, com disciplina e liberdade.

    clique e saiba mais

  • VERDADE QUE DESPERTA !
    VERDADE QUE DESPERTA !

    A aeronave arremeteu bruscamente! Meu Deus! Que sensação de impotência! Metabolismo em pane! Silêncio sepulcral, com exceção das poucas explicações por parte do comandante. Janeiro de 2015, aterrissando no aeroporto de Congonhas, são exatamente 17h30min.


    Na verdade, o voo perdido pousaria em Sampa às 15h40min. Mas quem entende as incógnitas dos acontecimentos na vida de um ser humano? Ninguém. O atraso se iniciou no percurso para o aeroporto e, por distração, a rota foi desviada. Foi um atraso de 12 minutos que impediu o embarque no voo previsto. Ao relembrar o episódio com o avião, meu corpo reproduziu – em menor escala – as estranhas sensações desencadeadas pelo incidente!

    William James[1], em um dos seus estudos, questionou o seguinte sobre sentimentos e emoções: “Que tipo de emoção de medo restaria sem os sentimentos de coração acelerado ou de respiração superficial, sem os lábios trêmulos ou os membros enfraquecidos, sem o arrepio ou a agitação das vísceras? Sem eles presentes é quase impossível de se pensar. Pode alguém imaginar o estado de raiva e não visualizar sua ebulição no peito, nenhum rubor na face, nenhuma dilatação das narinas, sem o cerrar dos dentes, sem nenhum impulso para uma ação vigorosa, mas em seu lugar, músculos flácidos, respiração calma e um rosto plácido?”. Perfeito, James! Em quaisquer circunstâncias, o corpo, os sentimentos e as emoções vivem em sintonia! Se manifestarem dentro de uma pressuposta normalidade, claro.

    Em meio às lembranças de tudo que o meu corpo absorveu do advento mencionado, reflexões se sucederam sobre as diversas sensações que podem, tanto quanto, operarem em nosso corpo, quando vivenciamos sentimentos e emoções em situações que, ao contrário de pânico, envolvam prazer. Essa associação partiu da curiosidade relacionada a duas experiências distintas vividas por mim em São Paulo e que muito me marcaram! A primeira e mais incrível delas foi quando, na minha formação de Analista Quântica, me deparei com a minha verdade, escancarada diante de mim! Era o meu momento crisálida! Deixar fenecer a lagarta! Que loucura de metamorfose! Ninguém tinha noção do turbilhão que eu estava vivendo! Respirei fundo e criei coragem para renascer das cinzas e romper com um passado repleto de inverdades ao meu respeito! Era tudo real! À minha disposição uma alegria infinita de, finalmente, encontrar comigo mesma! Eu era puro êxtase! Naquele dia singular, o meu corpo compactuou com os meus sentimentos e as minhas emoções! Era o poder do Método Quantum! Uma precisão absurda! Entrementes, diante de tudo, me questionava: o que fazer com a verdade estarrecedora que a ferramenta detectou em relação ao meu momento presente? Respostas concebíveis: repensar minha trajetória, criar novas estratégias, galgar novas direções. Desde então, é o que tenho feito, paulatinamente. Fé incessante.

    Palestra para os Funcionários da Toyota – turma de Analista Quântico de 2015. Meu segundo momento! Discorrer para aquelas pessoas me sentindo “borboleta” foi ímpar! Contar a elas o universo de uma escola, tendo como suporte o Método Quantum para compreender os diferentes perfis, dentro de uma sala de aula, foi um imenso prazer. Todavia, MAIOR ainda, foi o júbilo de estar naquele “palco”, discursando sobre como direcionar vidas, disseminando verdades que inflamam! É disso que estou falando, gente! De sentimentos que fazem o corpo vibrar! Das emoções que arrebatam a alma! Definitivamente, essas duas situações facultaram em mim comoções tão viscerais quanto as da emergência supracitada, porém, com a característica pontual de não produzir alterações bruscas no metabolismo do meu corpo. As vantagens de se RECONHECER no lugar CERTO, na certeza de AMAR o que se faz, perpassam unicamente por sensações equilibradas que injetam na consciência a certeza da vida que realmente se QUER!

    Portanto, a partir do momento em que o perfil, respeitosamente, é desvendado na Análise Quântica, tornam-se inabaláveis as convicções quanto à potência dos estímulos verdadeiros. Ocontato constante com a autenticidade das revelações quânticas traz LUZ, ENERGIA, VIDA! Sim! O corpo responde às maravilhosas sensações que dão profundo testemunho da verdade absoluta que reside em nós! É uma justeza que reequilibra, reconduzindo ao sentido de uma vida em consonância com a Energia Universal. Enfim, a consciência em relação ao que nos ENCANTA é a mesma que deve nos alertar para o que DESENCANTA, pois esse discernimento é o requisito primordial para quem almeja o topo de uma VIDA saudável e de realizações. OS ENTIMENTO de PERTENCIMENTO é emoção congênita que possui raízes nas entranhas e, creia, sua ressonância é sentida plenamente no corpo! Por isso, não se pode negar os SINAIS emitidos por ele e, menos ainda, o CLAMOR proveniente de uma alma lícita, especialmente, quando respaldados em sentimentos e emoções que direcionam, transformam, transcendem! “Nós não SORRIMOS porque somos FELIZES, nós somos FELIZES porque SORRIMOS”, disse James.

     


    [1]William James (1842-1910) foi um dos fundadores da psicologia moderna e importante filósofo ligado ao pragmatismo (Wikipédia).

     


  • MÉTODO QUANTUM NA CLÍNICA PSICOLÓGICA
    MÉTODO QUANTUM NA CLÍNICA PSICOLÓGICA

    A frase “Conhece-te a ti mesmo”, escrita no pátio do templo de Apolo em Delfos, revela-nos a importância do autoconhecimento. Daí podermos afirmar que uma das formas de se iniciar esse processo seja a psicoterapia.

    Leia mais...

Empresas contratam aposentados por falta de profissionais experientes


SÃO PAULO - Uma pesquisa realizada pela Hays, empresa especializada...

A importância do reconhecimento


Nos dias 05 e 06 de julho deste ano, tive o privilégio de participar da Formação de Analista Quântico pela...